domingo, 15 de junho de 2014

15 de junho: dia mundial de combate a violência contra os Idosos

15 DE JUNHO: DIA MUNDIAL DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA


O que o seu município está fazendo para combater a violência contra a pessoa idosa? 
Hoje, dia 15 de junho, foi decretado pela Organização Mundial da Saúde como o dia mundial de combate à violência contra a pessoa idosa. Nesse dia todos nós somos convocados a romper com o pacto de silêncio para a preservação dos direitos de quem já contribuiu por toda uma vida.
Veja abaixo algumas das formas de violência mais praticadas contra os idosos:
Abuso físico, maus tratos físicos ou violência física: são expressões que se referem ao uso da força física para compelir os idosos a fazerem o que não desejam, para feri-los, provocar-lhes dor, incapacidade ou morte.

Abuso psicológico, violência psicológica ou maus tratos psicológicos: correspondem a agressões verbais ou gestuais com o objetivo de aterrorizar os idosos, humilhá-los, restringir sua liberdade ou isolá-los do convívio social.

Abuso sexual, violência sexual: são termos que se referem ao ato ou jogo sexual de caráter homo ou hetero-relacional, utilizando pessoas idosas. Esses abusos visam a obter excitação, relação sexual ou práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.

Abandono: é uma forma de violência que se manifesta pela ausência ou deserção dos responsáveis governamentais, institucionais ou familiares de prestarem socorro a uma pessoa idosa que necessite de proteção.

Negligência: refere-se à recusa ou à omissão de cuidados devidos e necessários aos idosos, por parte dos responsáveis familiares ou institucionais. A negligência é uma das formas de violência contra os idosos mais presentes no país. Ela se manifesta, freqüentemente, associada a outros abusos que geram lesões e traumas físicos, emocionais e sociais, em particular, para as que se encontram em situação de múltipla dependência ou incapacidade.

Abuso financeiro e econômico: consiste na exploração imprópria ou ilegal dos idosos ou ao uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais. Esse tipo de violência ocorre, sobretudo, no âmbito familiar.

Auto-negligência: diz respeito à conduta da pessoa idosa que ameaça sua própria saúde ou segurança, pela recusa de prover cuidados necessários a si mesmo.
Fonte: www.portaldoenvelhecimento.org.br  

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Problemas com o cuidador?

dador de Idosos domiciliar. Problema ou solução?

                                              


1. Atrasos constantes
2. Faltas sem justificativa
3. Sempre alguém da família terá de assumir os cuidados do seu idoso na falta do cuidador.Geralmente é do sexo feminino e ela tem de parar seus afazeres diários.
4. Perda de privacidade, com entra e sai de cuidadores.
5. Aumento dos custos no domicílio, pois não é só o idoso que faz as refeições.
6. O cuidador também é um empregado domestico e, portanto, entra na nova lei. Aumento dos custos atuais com os impostos e maior risco trabalhista.
20 ANOS DE EXPERIÊNCIA NO TRATO DIÁRIOS  AOS IDOSOS
(31) 3497-9153

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Quando a nossa ajuda passa a ser necessária?


  • Quando não houver acompanhamento disponível para o idoso em sua residência. 

  • Quando houver a necessidade de acompanhamento especializado e contínuo. 

  • Quando os familiares trabalham durante todo o dia e necessitam deixar o idoso em casa aos cuidados de pessoas, muitas das vezes sem qualificação técnica. 

  • Quando houver problemas de relacionamento familiar que comprometam a convivência e a qualidade de vida do idoso e dos familiares. 

  • Quando houver dificuldades administrar o "entra e sai" de cuidadores.

  • Em caso de indisponibilidade temporária, como em viagens por exemplo.

  • Dificuldade em lidar com doenças específicas desta faixa etária, como: Demência de Alzheimer, úlceras de decúbito ( escaras ), em uso de sonda, seqüelas de AVC ou em qualquer situação em que o idoso necessite de cuidados e atenção permanente, com equipe capacitada.

  • Quando o idoso precisar se recuperar de alguma intervenção médico-cirurgica e em casos de recuperação física.
     
          Estamos a sua disposição em (31) 3497-9153

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Quando a nossa ajuda passa a ser necessária?


  • Quando não houver acompanhamento disponível para o idoso em sua residência. 

  • Quando houver a necessidade de acompanhamento especializado continuado. 

  • Quando os familiares trabalham durante todo o dia e necessitam deixar o idoso, em casa, aos cuidados de pessoas sem capacitação técnica. 

  • Quando houver problemas de relacionamento familiar que comprometam a convivência e a qualidade de vida do idoso e dos familiares. 

  • Quando houver dificuldades administrar o "entra e sai" de cuidadores.

  • Em caso de indisponibilidade temporária, como em viagens por exemplo. Os serviços de hotelaria para o idoso custam bem menos que os serviços domésticos, a médio e longo prazos.

  • Dificuldade em lidar com doenças específicas desta faixa etária, como: Demência de Alzheimer, úlceras de decúbito ( escaras ), em uso de sonda, seqüelas de AVC ou em qualquer situação em que o idoso necessite de cuidados e atenção permanente, com equipe capacitada.

  • Quando o idoso precisar se recuperar de alguma intervenção médico-cirurgica e em casos de recuperação fisioterapêutica.
       À diposição em (31) 3497-9153


domingo, 21 de julho de 2013

Cuidador de Idosos domiciliar. Problema ou solução?

                                              


1. Atrasos constantes
2. Faltas sem justificativa
3. Sempre alguém da família terá de assumir os cuidados do seu idoso.Geralmente é do sexo feminino e ela tem de parar seus afazeres diários.
4. Perda de privacidade, com entra e sai de cuidadores.
5. Aumento dos custos no domicílio, pois não é só o idoso que faz as refeições.
6. O cuidador também é um empregado domestico e, portanto, entra na nova lei. Aumento dos custos atuais com os impostos e maior risco trabalhista.

O cuidador domiciliar é um problema ou solução? Pense nisso!
Estamos à disposição:(31) 3497-9153

quinta-feira, 6 de junho de 2013

A Importâncias dos Hoteis para Idosos na atualidade

Pesquisa inédita mostra que instituições podem melhorar a qualidade de vida dos idosos



COMO SE ESTIVESSEM EM CASA

Pesquisa inédita sobre os asilos brasileiros mostra que, ao contrário do que diz o senso comum, essas instituições podem melhorar a qualidade de vida dos idosos, independentemente da classe social

Solange Azevedo - Fotos Frederic Jean/ag. istoé 
Qual é a saída mais adequada quando a família não dá conta de cuidar sozinha de seu idoso? E quando o idoso não tem família ou não construiu relações sólidas no decorrer da vida? O envelhecimento é uma das maiores conquistas da humanidade e como tal deve ser tratado. O crescimento da proporção de idosos é resultado da combinação de dois fatores: queda da fecundidade e ampliação da longevidade. Somente nos últimos 30 anos, a expectativa de vida aumentou, em média, 10 anos no Brasil. E a quantidade de filhos por mulher caiu pela metade – hoje é de 1,8 filho. Em 1950, o País era o 16º do mundo em número de velhos. As projeções indicam que, até 2025, será o sexto. Por volta de 2035, haverá mais idosos do que crianças e adolescentes.

domingo, 7 de abril de 2013

Cuidador de Idosos domiciliar. Problema ou solução?

                                    

                 


1. Atrasos constantes
2. Faltas sem justificativa
3. Sempre alguém da família terá de assumir os cuidados do seu idoso.Geralmente é do sexo feminino e ela tem de parar seus afazeres diários.
4. Perda de privacidade, com entra e sai de cuidadores.
5. Aumento das compras, pois não é só o idoso que faz as refeições.
6. O cuidador também é um empregado domestico e, portanto, entra na nova lei. Aumento dos custos atuais e maior risco trabalhista.

O cuidador domiciliar é um problema ou solução? Pense nisso!
Para outras duvidas assista ao vídeo ao lado ou vá aos links abaixo:

http://hotelparaidosos.blogspot.com.br/p/na-ponta-do-lapis-r-62500-reais-semana.html

http://hotelparaidosos.blogspot.com.br/p/contato.html